------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Três Gigantes do Blues
David Hepner

Celebrando o blues no Mosh Studios (da esq. para dir.): Marcos Ottaviano, Heverton Nascimento, Nuno Mindelis, David Hepner, André Christovam e Ricardo Vital.
Imagem: Fernando Zamora
 A Guitar Player de outubro é mais uma daquelas edições que vão entrar para a história. Não é toda hora que uma revista reúne três expoentes – qualquer que seja a área de atuação – em uma matéria especial. Foi o que fizemos com André Christovam, Nuno Mindelis e Marcos Ottaviano. Eu me uni aos repórteres Heverton Nascimento e Ricardo Vital e nos encontramos com esses três gigantes do blues para uma entrevista em clima informal, que teve mais de três horas de duração, no Mosh Studios. Cada um deles contou suas experiências, deu dicas e revelou suas preferências musicais e seus equipamentos, mas o mais legal quando três grandes músicos estão juntos é ouvi-los conversando entre si, trocando ideias e debatendo sobre diversos assuntos. O resultado é um material riquíssimo em informações para você refletir e se desenvolver como guitarrista. Afinal, não existe melhor maneira de evoluir do que seguindo os conselhos dos mestres. Em sua essência, a matéria trata de blues, mas, sem dúvida, é interessante para guitarristas de praticamente todos os estilos, já que o blues pode ser considerado o gênero que deu origem aos elementos fundamentais da linguagem da guitarra elétrica.  Guitar Player agradece a presença dessas três estrelas de primeira grandeza do blues – e da música – em nossas páginas. Agradecemos também pelas lições (e vídeos) enviados com exclusividade para a revista, que, com certeza, são de grande valia para o leitor. É uma honra ter André Christovam, Nuno Mindelis e Marcos Ottaviano juntos na GP! - E o blues não para por aí. Outro guitarrista genial que representa o estilo e está em nossas páginas é Eric Clapton. Alexandre Spiga transcreveu a versão acústica de Layla, presente no álbum Unplugged (1992). Trata-se de um dos maiores sucessos da carreira de Slowhand. Na seção Riffs, leia uma matéria com Keb’ Mo’ e a primeira de uma série de colunas escritas por Joe Bonamassa sobre suas caçadas guitarrísticas. Com uma edição como esta, impossível não se deixar conquistar pelo blues. Boa leitura!
Matéria completa na Revista Guitar Player 234/Outubro de 2015.
Para adquirir seu exemplar clique aqui.

[VOLTAR]
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
LEIA TAMBÉM
Qualidade de Pensamento (11/09/2017)
Uma das coisas legais em Steve Vai é que, além das músicas incríveis que compõe, ele sempre ... VEJA MAIS
FRASES E ACORDES (14/06/2017)
Uma das coisas mais legais relacionadas à guitarra é a criação de frases. Como muito bem salienta ... VEJA MAIS
1967: O Ano da Revolução Musical (05/04/2017)
 Há exatamente 50 anos, o mundo da música vivia um de seus maiores momentos. O ano de 1967 foi marcado por ... VEJA MAIS
A ARTE DOS BENDS (17/02/2017)
 O bend é uma das técnicas mais características da guitarra elétrica. Grandes astros são ... VEJA MAIS
MELHORES DO ANO! (02/01/2017)
 Vamos confessar. Nós, guitarristas, somos loucos por equipamentos. Gostamos de comprar uma guitarra nova, um ... VEJA MAIS
40 RIFFS DE HEAVY METAL (17/11/2016)
 Dia desses, eu estava pensando comigo mesmo. Dá para fazer rock and roll sem guitarra? Até que dá, se ... VEJA MAIS
 
 



Frases x Acordes


Assinaturas | Contato | RSS | Guitar Player U.S |
© Copyright . 1996 . 2010 | GUITARPLAYER.COM.BR - MELODY EDITORA | Todos os direitos reservados | Site desenvolvivo por Gustavo Sazes | Abstrata.net